Enfim, as águas do Velho Chico

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Finalmente, após mais de um século e meio, as águas do Rio São Francisco começam a molhar as secas terras do Sertão do Cariri paraibano. É o início da realização de um sonho para cerca de 12 milhões de pessoas do semiárido brasileiro que aguardavam a antiga promessa de que, um dia, o Velho Chico, que leva vida para os 521 municípios e cinco estados diferentes por onde ele passa, iria também irrigar as suas plantações, abastecer seus açudes e acabar com a seca que tanto lhes maltrata.

A ideia da Transposição do Rio São Francisco surgiu ainda na época do império, com Dom Pedro II. Porém, a falta de recursos de engenharia no País, na quele período, não fez o projeto avançar. Após isso, a possibilidade de realização da obra passou por inúmeros governos e sistemas políticos que administraram o País e só foi iniciado em 2007, durante a gestão do presidente Lula. Alvo de críticas de alguns setores por questões relacionadas ao custo e ao seu impacto ambiental, atualmente a obra está com mais de 90% dos trabalhos conclusos e deve ser finalizada nos próximos anos.

Polêmicas à parte, consideramos que a transposição é um importante instrumento para o desenvolvimento nacional e, principalmente, das populações que vivem em regiões de seca nos quatro estados (Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte) por onde as águas do Velho Chico chegaram, estão chegando e chegarão.

A conclusão da transposição fomentará o desenvolvimento da agroindústria e dos pequenos agricultores, fortalecerá os córregos e rios dessa região, gerando emprego, renda e melhores condições de vida para essa parcela do povo nordestino.
Porém, esperamos que a Transposição do São Francisco seja tocada com seriedade, sem interferências políticas eleitoreiras para que esta tão importante obra cumpra o seu propósito e de ajudar a alavancar a economia nacional. E, o mais importante, torcemos para que, como faz a milhares de anos, o Velho Chico leve vida para o sertão nordestino e melhore a vida de milhões de pessoas.

Comentário

comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×