Orgulho e Preconceito

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
OUTUBRO NÃO SERÁ lembrado apenas por exaltar o orgulho daqueles que nasceram no Nordeste, mas também por marcar um ano do incidente que manchou o mês de comemoração

Estampadas no calendário, algumas datas comemorativas representam quase nada de comemoração e muito mais de luta e sofrimento.
No dia 8 deste mês, por exemplo, comemora-se o Dia do Nordestino. Apesar disso, outubro de 2011 não será lembrado apenas por exaltar o orgulho daqueles que nasceram no Nordeste, mas também por lembrar que há um ano ocorreu, lamentavelmente, um incidente que manchou o mês dedicado a homenageá-los.
Coincidentemente no Halloween, dia 31 de outubro, a bruxa estava solta no Twitter. O microblog serviu naquele data para iniciar uma onda de insultos ao povo nordestino.
O primeiro golpe foi desferido por uma estudante de Direito que, descontente com a votação expressiva da hoje presidenta Dilma Rousseff no Nordeste do país, disparou: “Nordestino não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado!”. Daí, foi uma enxurrada de ofensas. Hoje, a estudante está sendo processada pelo crime de racismo. Preconceito.
O fato não é isolado. Pergunte a qualquer nordestino que mora em São Paulo, por exemplo, se ele já sofreu racismo. Ele poderá contar as inúmeras vezes que foi discriminado. Preconceito.
Porém, se a conversa continuar, ele vai relatar que apesar do sofrimento, das lágrimas e do suor, ele continua a caminhada. Ergue a cabeça e segue adiante. Orgulho.
A seca e a aridez calejam, parece que tornam resistente o ser humano já sofrido. A falta de perspectiva e todas as dificuldades impostas fazem com que a determinação aumente. O sonho de uma vida melhor e mais feliz que eles carregam na bagagem, seja lá qual for o destino, alimenta e dá força. Orgulho.
O fato é que são cegos aqueles que não entendem que local de nascimento não é fator para definir inteligência e caráter.
Que burrice é diferente de falta de oportunidade. Cegos os que não percebem a história dos nordestinos e a importância cultural do Nordeste do país. Neste mês de outubro, orgulho e, infelizmente, preconceito se misturam.

Comentário

comentário

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×